Filha do fogo

Elizandra Souza

Elizandra Souza é uma das referências em literatura negra produzida nas periferias de São Paulo, com uma trajetória de 18 anos de ativismo cultural. Este é o seu primeiro livro de prosa, no qual reúne 12 contos, simbolizando os ministros de Xangô. A obra chega no ritmo potente de um fogo que se alastra, alimentando chamas incontroláveis, equilibrando denúncia e celebração, como nos conta a pesquisadora Mirian Cristina dos Santos: “Na tessitura dessa flama, há inúmeras mulheres negras. De forma que a presença recorrente de avós e de mães – as mais velhas que nos habitam – traz ecos coloridos de uma ancestralidade negra requerida e celebrada. (...) É a partir de encontros de mulheres como esse que Elizandra Souza alinha memórias e heranças ancestrais, no entrecruzamento de ritos e de rituais, que nem sempre estão ligados através de laços consanguíneos. Nesse processo, no lapidar de nossos sentidos, nos contos há muito barulho, cheiros, gostos e sabores para nos lembrar de uma vida a pulsar. São as águas a banhar, o vento a soprar, óleos a perfumar, o caruru a degustar, atabaques e tambores a escutar, no encalço da movência de muitos corpos. Tudo emaranhado em processos de curas e nas urgências do ato inenarrável de viver.” Filha do Fogo nasce e queima: brasas acesas, avermelhadas e vibrantes!

Ficha Técnica

Editora:Mjiba
Páginas:93
Gênero:Contos
Categorias:1. Contos brasileios. 2. Literatura afro-brasileira. 3. Literatura brasileira - Escritoras negras.
Edição:
Lançamento:2020
ISBN:978-65-81671-00-6