Ritos de passagem

Octavia E. Butler

Nessa sequência de Despertar, Lilith Iyapo deu à luz ao que parece um menino saudável de nome Akin. Porém, Akin tem na verdade cinco pais: um homem e uma mulher, um Oankali macho e uma fêmea, e um Ooloi. Os Oankali e os Ooloi são parte de uma raça alienígena que resgatou a humanidade de uma devastadora guerra nuclear, mas o preço a ser pago a eles é alto, uma vez que os alienígenas são obrigados a unir seu material genético com o de outras raças, alterando drasticamente ambos no processo. Nesse planeta Terra em reabilitação, essa “nova” raça está emergindo através da mistura de humano/Oankali/Ooloi, mas há também humanos “puros” que escolhem resistir aos alienígenas e a salvação que oferecem. Esses resistentes são esterilizados pelos Ooloi para que não possam passar para frente o defeito genético que os faz destruírem a si mesmos, mas, fora isso, são deixados em paz (a menos que se tornem violentos). Quando humanos resistentes sequestram o jovem Akin, os Oankali escolhem deixar a criança com seus captores para que ele, a mais “humana” das crianças Oankali, decida se os humanos resistentes devem ter sua fertilidade e liberdade devolvidas, mesmo que isso signifique apenas a volta da sua autodestruição. Esse é o segundo volume da série Xenogênese, uma poderosa história de existência alienígena.

Ficha Técnica

Editora:Morro Branco
Páginas:368
Gênero:Romance
Categorias:1. Literatura americana - Romance. 2. Ficção científica.
Edição:
Lançamento:2019
ISBN:978-85-92795-72-6
Tradução:Heci Regina Candiani
Estado de conservação:Novo